Cabelos saudáveis | Oleosidade vs hidratação

O nosso cabelo é constituído 90% de queratina, uma proteína constituída por 21 aminoácidos na estrutura, água, lípidos e outros constituintes. 
Os cabelos podem ser curtos, compridos, encaracolados, lisos, ondulados, pintados, com químicas.... e podem ser secos, ressequidos, quebradiços, hidratados ou oleosos. 
Hoje vou focar-me em distinguir hidratação e oleosidade. 
  • Hidratação vem do latino hidro que significa água. 
  • Oleosidade vem de óleo. 
Por isso começamos por entender que são duas coisas distintas e sendo assim podemos começar por afirmar que só porque um cabelo é oleoso não quer dizer que esteja hidratado pois há diferenças entre cabelos hidratados  ou desidratados/ressequidos e cabelos oleosos ou secos

Cientificamente, os fios hidratados possuem humidade bloqueada no interior da fibra capilar. O que acontece muitas vezes é utilizarmos leave-ins e humidificadores com ingredientes que aumentam a humidade externa do cabelo mas isso não altera a desidratação interna dos fios, simplesmente dá um aspeto mais hidratado ao cabelo. Quando voltamos a lavar o cabelo estes componentes são eliminados e o cabelo continua a precisar de hidratação.
O cabelo perde muita humidade diariamente devido a causas externas. Principalmente quem usa secador e/ou chapa todos os dias. Volto a dizer que todos os cabelos precisam de hidratação, mesmo os mais oleosos e existem componentes que podem procurar para hidratarem o vosso cabelo. 

Review da Linha Novex Dex 5 D-Pantenol *Aqui*
Uma característica muito importante de um cabelo hidratado é a flexibilidade dos fios, sendo que estes tornam-se menos quebradiços e embaraçados. O cabelo possui uma flexibilidade natural, no entanto se não estiver suficientemente hidratado esta flexibilidade é comprometida. Quando isto acontece, os fios ficam frágeis e enquanto lavamos, penteamos e secamos estes embaraçam e partem-se com mais facilidade. 
Para quem tem cabelo encaracolado este ponto é super importante porque ao secar os caracóis 'encolhem' cerca de 60% por isso se os caracóis não se formarem depois de secos significa que o cabelo está desidratado. 
Um cabelo é seco ou oleoso quando a oleosidade não é suficiente para lubrificar o cabelo até às pontas ou é demasiada e dá ao cabelo o típico ar oleoso. Os fios podem ser secos ou oleosos naturalmente, devido à pouca ou demasiada produção de gordura pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo respectivamente ou ainda pode ser devido à exposição à poluição, ao uso inadequado de produtos capilares, entre outras causas externas. 

Uma característica do cabelo seco é ser poroso, ou seja, as 'escamas' que compõem a camada externa dos fios abrem-se e o cabelo fica mais vulnerável aos agentes externos, como poluição, vento, sol, água quente do duche e processos químicos. Por consequência os cabelos ficam também mais facilmente e severamente desidratados pois como a camada externa do fio está comprometida, a hidratação não é retida na fibra capilar. 
Ao tratamento para equilibrar a oleosidade do cabelo chamamos vulgarmente de nutrição ou umectação. 




Por isso é tão importante tratar da hidratação do cabelo antes da nutrição. 
Um erro de quem tem o cabelo oleoso é lavar o cabelo com muita frequência pois pode ter o efeito contrário. Como estão sempre a retirar os óleos, as glândulas sebáceas passam a produzir ainda mais para compensar os óleos perdidos. No caso de o cabelo ser mesmo muito oleoso é importante usar châmpo sem óleos e mais focado na hidratação. 

Como é o vosso cabelo? 
Espero que estas dicas sejam úteis. 

2 comentários :

Obrigada pela visita ❤
Respondo no próprio comentário ou no blog/ link assim que puder.

Dúvidas ou propostas flowersandlipsticks@gmail.com